Indenização a donos de carros atingidos por viaduto será definida em um mês

A indenização aos donos dos cinco carros esmagados pelo viaduto do Eixão Sul vai ser definida em um mês. Em reunião nesta sexta-feira (16/2) com o secretário da Casa Civil, Sérgio Sampaio, os proprietários discutiram com o Governo do Distrito Federal (GDF) como será feito o pagamento.

O valor da indenização vai depender, segundo Sampaio, de uma série de documentos reunidos ao longo das próximas semanas. Além disso, a tabela Fipe, que define o dinheiro dos seguros, incidirá o montante final.

Por isso, os proprietários terão de esperar a remoção dos carros dos escombros. Técnicos do governo e da Procuradoria Geral do DF vão avaliar os danos.

“Mesmo que demore (a remoção), nós não vamos parar a análise dos valores”, afirmou aos proprietários a procuradora-geral do DF, Paula Aires Corrêa Lima.

A indenização, segundo Sérgio Sampaio, sairá de recursos do orçamento do GDF. “Por isso, acreditamos na conciliação com os proprietários. Assim, não será necessário inscrever precatórios, o que demoraria muito mais”, acrescentou. O dinheiro, assim, será depositado diretamente na conta dos proprietários.

GDF deve arcar com danos a objetos dentro dos carros

Os proprietários dos carros esmagados pelo viaduto do Eixão Sul também devem listar objetos danificados com o acidente. A procuradoria recomendou que donos de notebooks e outros eletrônicos apresentem a nota fiscal ou outro comprovante para a restituição do valor.

“A procuradoria deve editar um formulário para que os proprietários façam um requerimento da forma mais rápida possível”, prometeu Sampaio.

Fonte: CB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here