Luzia de Paula é autora de vários projetos em defesa da água

Brasília receberá nos próximos dias 18 a 23 deste mês o 8º Fórum Mundial da Água, a primeira edição realizada na América Latina. Organizado pelo Conselho Mundial da Água, o evento tem por finalidade “promover a conscientização, construir compromissos políticos e provocar ações em temas críticos relacionados à água para facilitar a sua conservação, proteção, desenvolvimento, planejamento, gestão e uso eficiente, em todas as dimensões, com base na sustentabilidade ambiental, para o benefício de toda a vida na terra”.

Autora de várias propostas em defesa da água, algumas já convertidas em lei e outras ainda em processo de tramitação na Câmara Legislativa, a deputada Luzia de Paula (PSB), afirma que se governos passados tivessem cuidado das reservas aquíferas e combatido a ocupação desordenada do solo, certamente o Distrito Federal não estaria hoje sendo submetido a um cronograma de racionamento de água. “O estoque de água potável no planeta é pequeno para atender a contento a população, por isso é nossa obrigação propor e empreender políticas voltadas a preservação desse líquido precioso, sem qual é impossível a existência da vida”.

RELAÇÃO DAS PROPOSTAS DE AUTORIA DE LUZIA DE PAULA

* Lei nº 5.535/2015, que “Dispõe sobre a implantação de válvula de descarga com duplo acionamento nos órgãos públicos do Distrito Federal”.

* Lei nº 5.619/2016, que “Proíbe o lançamento de efluentes que contenham corantes em rios, ribeirões, córregos, lagos, represas e demais corpos d’água no âmbito do Distrito Federal e determina a classificação dos corantes como contaminantes ambientais”.

* Lei nº 6.089/2017, que “Dispõe sobre a lavagem ecológica de veículos automotores nos estabelecimentos denominados lava a jato localizados no território do Distrito Federal”.

* Projeto de Lei nº 107/2015, que “Institui o Programa de Conservação, Uso Racional e Reaproveitamento das Águas no âmbito do Distrito Federal”.

* Projeto de Lei nº 112/2015, que “Torna obrigatório o levantamento batimétrico para monitoramento e controle da qualidade e da quantidade das águas dos reservatórios utilizados para abastecimento público no âmbito do Distrito Federal”.

* Projeto de Lei nº 115/2015, que “Estabelece mecanismos e diretrizes para controle e segurança da água de consumo humano no Distrito Federal”.

* Projeto de lei nº 146/2015, que “Dispõe sobre a aplicação de sanções pelo desperdício de água tratada no âmbito do Distrito Federal e dá outras providências”.

* Projeto de Lei nº 159/2015, que “Dispõe sobre a instalação de equipamentos de recuperação e reutilização de água usada na lavagem dos veículos das frotas das empresas de ônibus urbanos, interestaduais e internacionais e cooperativas de transporte público”.

* Projeto de Lei nº 160/2015, que “Dispõe sobre o uso da água para lavagem de ruas, praças, passeios, próprios e logradouros públicos, bem como para irrigação de jardins, estádios de futebol e outros equipamentos de propriedade dos Poderes do Distrito Federal”.

* Projeto de Lei nº 167/2015, que “Institui o Dia de Limpeza das Nascentes, dos Rios, dos Ribeirões, dos Córregos, dos Lagos e Lagoas no âmbito do Distrito Federal”.

* Projeto de Lei nº 168/2015, que “Cria o roteiro de turismo eco histórico, religioso e cultural, denominado Rota das Nascentes, no âmbito do Distrito Federal e da RIDE”.

* Projeto de Lei nº 207/2015, que “Institui o Programa Adote um Córrego no âmbito do Distrito Federal”.

Fonte: Ascom Luzia de Paula

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here