SOS DF leva serviços para o Núcleo Bandeirante

SOS- Núcleo Bandeirante
SOS- Núcleo Bandeirante

O programa foi lançado pelo governador Ibaneis no início de janeiro com o intuito de levar serviços emergenciais à todas as regiões administrativas. Já foram 46.532 ações

Uma das Regiões Administrativas mais antigas de Brasília e conhecida pelos moradores pioneiros que trabalharam na construção de Brasília, o Núcleo Bandeirante recebeu nesta quinta-feira (25) a equipe do SOS DF. Equipes do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) cortaram a grama alta e pintaram os meios-fios.

O Orientador Operacional do SLU Francisco de Assis Alves explica que, como a região recebeu a primeira fase do SOS DF – que teve início em janeiro – o mato não cresceu tanto. “É importante cortar o mato porque nele acumula-se papel e outros tipos de sujeiras”, observa Francisco.

Para a Jovem Aprendiz Nayara Gabrielly da Conceição Cardoso, 20 anos, a ação do SOS deixa a cidade mais bonita e agradável. “É bom ver as equipes de limpeza trabalhando por aqui”, diz.

SOS DF prorrogado

Lançada pelo governador Ibaneis Rocha no início de sua gestão (janeiro/2019) com o intuito de levar serviços emergenciais à todas as regiões administrativas do DF. Já foram 46.532 ações.

Os trabalhos contam com equipes da Novacap, SLU, CEB, Detran, Caesb, SLU, Secretaria de Justiça do DF/ Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso do Distrito Federal (Funap-DF), Subsecretaria do Sistema Penitenciário (SESIPE)/Secretária de Estado de Segurança Pública do DF e Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER), que levam para as regiões serviços integrados, como roçagem, tapa-buracos, limpeza, podas de árvores, retirada de entulhos, desobstrução de bocas de lobos, manutenção de postes e lavagem de rede de esgoto.

O programa seria encerrado no dia 10 de abril, data dos 100 dias de gestão do governador Ibaneis Rocha, mas foi prorrogado pelo Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental do DF (CPPGG/DF) e se estenderá até o dia 30 de abril.

Segundo o secretário Executivo do CPPGG/DF, José Humberto Pires, a ampliação ocorreu por causa da frequência de chuvas fortes no Distrito Federal “É importante que o governo continue pensando no zelo pela cidade porque nós teremos um período de estiagem, ideal para recuperar a malha viária que está muito prejudicada, ” argumentou José Humberto.

A expectativa é que a partir de 30 de abril, o programa ganhe um novo formato e atenda a população até o final de 2019. A ideia é trabalhar intervenções mais efetivas nas áreas que não foram plenamente contempladas com o projeto inicial.

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here