Quadrilha Mala Véia: 40 anos de tradição

Por Jair Henderson

O Grupo Cultural de Dança Junina Mala Véia, é o mais antigo em atividade do centro oeste, foi criado em 1980 por um grupo de amigos que fizeram da dança junina uma forma de entretenimento local, apegaram-se, sobretudo as raízes nordestinas e sob forte influência dos seus pais, viram este objeto um valor significativo e transformador para a comunidade local, tornando-se dentre a sua caminhada um dos grupos de maior prestígio no Distrito Federal e no Brasil. A Mala Véia, completa 40 anos de existência e tradição esse ano, e tem o objetivo de resgatar os valores da cultura nordestina em todo Brasil. É uma quadrilha junina temática estilizada, que desenvolve a sua dança junina de forma contextualizada, onde sua coreografia tem seu significado para o tema adotado.

A equipe de diretiva tem por objetivo fortalecer a identidade da cultura popular nordestina em Brasília-DF, resgatar a dança junina nos bairros e promover o crescimento desta proposta.

Hoje o currículo desta renomada instituição apresenta um riquíssimo currículo, pois a mesma goza de títulos e méritos já conquistados sendo a 1 campeã da LINQ/DFE(2001) e a 1 campeã Brasileira(2006) do Distrito Federal. Entre eles, a congratulação de MELHOR QUADRIHA DE BRASÍLIA por três vezes em concursos promovidos pela LINQ-DFE (Liga Independente de Quadrilhas Juninas de Brasília e Entorno nos anos de 2001, 2004, 2006), Campeã do Concurso SEST/SENAT 2005, Campeã do Concurso Regional de Brasília, evento promovido pelo SESI/Rede Globo em 2001 com ênfase no título de CAMPEÃ NACIONAL  evento promovido pela CONFEBRAQ – Confederação de Quadrilhas Juninas do Brasil no ano de 2006 e sendo a única quadrilha junina do Centro-Oeste a ter esse título entre outros títulos a nível nacional.

Aos caríssimos nordestinos do DISTRITO FEDERAL nas suas mais diversas origens! Descrevo este grupo genuinamente vencedor. Falo do Grupo Cultural de DANÇA JUNINA MALA VÉIA, que neste ano de 2020, nos presenteia com seus 40 anos a comunidade da arte de fazer cultura junina. Ao longo da sua história, nos presenteou com o mais alto lugar do PODIO, CONSAGRANDO-SE CAMPEÃ NACIONAL DO CONCURSO DE QUADRILHAS JUNINAS DO e, PERPETUANDO assim, o legado dos jovens CEILANDENSES que fizeram desta CULTURA, uma arte VIVA.

O grupo traz consigo consagrados nomes que se perpetuaram no “OLIMPO JUNINO” JOELMA, RONALDO, GODOFREDO, MAURO, PAULO ROBERTO, MARCIO SMITH, POPO, JAIR HENDERSON, IRIS ROSA. JEFFERSON MONTEIROS, PATRICIA MACHADO, MICHEL SOUSA, FELIPE HEBERT, SUELEN VIEIRA, JOSY SILVA, E SEUS APOIOS, MARCELYNHO BRASILIA E DANY MARQUES – estes dois últimos, os eternos noivos (cartão postal desde elenco) e, demais artistas que nos bastidores são “rocha” para o trabalho cultural desenvolvido ontem, hoje e amanhã.

QUADRILHA MALA VÉIA, nós do Distrito Federal, nos orgulhamos da sua contribuição cultural. E que venham mais títulos, mais 40 anos, mais 80 anos por meio dos novos artistas que vocês constroem, afinal, como disse EUCLIDES DA CUNHA: ‘’ O nordestino antes de tudo, é um forte!”. Parabéns pelos seus 40 anos!!!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here