Derrubada de veto viabiliza pagamento da terceira parcela dos servidores

Servidores de várias carreiras e representantes sindicais aplaudiram o resultado da votação da galeria do plenário e ouviram os discursos dos distritais que se sucederam parabenizando a categoria | Foto: Bruno Sodré/CLDF

O pagamento da terceira parcela do reajuste aos servidores do GDF, aprovado há cerca de uma década, está mais próximo de se concretizar. A Câmara Legislativa rejeitou, na sessão deliberativa desta terça-feira (26), o veto do governador ao artigo do projeto de lei nº 1.930/2021, apresentado por meio de emenda parlamentar, que acrescentou a previsão, acatada pelos deputados distritais.

Enviado à Casa pelo Executivo, o PL promove alterações na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2022. Para o pagamento se concretizar, o governo precisa agora enviar um aditivo ao projeto de lei orçamentária que está tramitando na CLDF e a expectativa é de que a matéria chegue até a próxima semana. O pagamento deve ocorrer a partir de abril do ano que vem.

Servidores de várias carreiras e representantes sindicais aplaudiram o resultado da votação da galeria do plenário e ouviram os discursos dos distritais que se sucederam parabenizando a categoria pela luta de anos.

Para o líder do governo na CLDF, deputado Hermeto (MDB), a iniciativa mostra que “o governador tem compromisso com servidor”. Já o Professor Reginaldo Veras (PDT) afirmou que o GDF cumpre decisão judicial, pois “se Ibaneis tivesse realmente compromisso, não teria deixado o pagamento para o ultimo ano de mandato”.

Por sua vez, o presidente da Casa, Rafael Prudente (MDB), chamou a atenção para o aumento da despesa com a medida: R$ 100 milhões mensais.

Fonte: Câmara Legislativa do Distrito Federal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here