Secretaria de Saúde do DF divulga que a maior parte dos óbitos por Covid-19 é de quem não se imunizou

Da redação

DIA D, no último sábado (20), reforçou a importância da vacina

Como já bastante debatido, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), foi o primeiro a tomar atitudes para controlar o avanço da pandemia da Covid-19 na Capital Federal. No entanto, mesmo com práticas sendo realizadas, muitas vidas foram perdidas pela doença, sendo um total de 10.969 no DF.

É fato que com a vacina, a chance de contrair a doença e ter sintomas mais agravados, é mais baixa, mas, de qualquer modo, é essencial se proteger. Uma ação do governo do DF, o “DIA D”, como denominado para pegar os “atrasadinhos” que não se vacinaram, ou não completaram o ciclo de imunização, por meio da Secretaria de Saúde, no último sábado (20), mostra a preocupação de Ibaneis em eliminar, o quanto antes, a pandemia no DF.

Dados divulgados pela secretaria apontam que 92,2% das mortes registradas por Covid-19, foram de pessoas não imunizadas, reforçando o valor da imunização, como relatou Fernando Damasceno, secretário-adjunto de Assistência à Saúde. “É imprescindível a atualização dos cartões de vacina e o acompanhamento das datas para a proteção da sociedade”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here