Campanha do dezembro Vermelho em Novo Gama

Novo Gama – A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) deu inicio, nesta quinta-feira (1º), às atividades do Dezembro Vermelho, mês de luta contra a Aids.

De acordo com a Secretária de Saúde Tânia Brandão, as ações seguem até o próximo dia 16 de dezembro. Ela explica que o objetivo é realizar testes gratuitos de HIV, Sífilis e das Hepatites B e C. “Inúmeras pessoas podem estar contaminadas e não sabem, e por não ter conhecimento não procuram tratamento”, disse.

Tânia também informa que os pacientes diagnosticados com HIV e as Hepatites B e C são direcionados ao posto Nº 5 localizado na cidade do Gama (DF). Já os pacientes diagnosticados com sífilis são atendidos em Novo Gama.

Confira o calendário de atividades da campanha:

Dias 01 e 02 de dezembro – Rodoviária do Novo Gama das 8h às 17h.

– Aconselhamento

– Distribuição de preservativos, lubrificantes e panfletos informativos.

– Teste de HIV, Sífilis e Hepatite B e C. Resultado em 30 min, a coleta será realizada no Ambulatório 24h.

De 5 a 9 de dezembro

– Atendimento no Centro de Testagem e Aconselhamento com a coleta de material para a realização de exames. (HIV, Sífilis e Hepatites Virais);

De 12 a 16 de dezembro

– Atendimento em todas as Unidades Básicas de Saúde com orientações para o exame de HIV, Sífilis, e Hepatites B e C, com resultados em 30 min;

Dados do Ministério da Saúde

De acordo com o Ministério da Saúde, 827 mil pessoas vivem com HIV/AIDS. Outro dado expressivo apresentando pelo órgão, é a queda 42,3% na mortalidade em 20 anos. O incentivo ao diagnóstico e ao início precoce do

tratamento, antes mesmo do surgimento dos primeiros sintomas da doença, refletiram na redução dessas mortes. A taxa caiu de 9,7 óbitos por 100 mil habitantes, em 1995, para 5,6 óbitos por 100 mil habitantes em 2015. Os dados se referem ao ano de 2015.

A epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 19,1 casos, a cada 100 mil habitantes. Isso representa cerca de 41,1 mil casos novos ao ano. Desde o início da epidemia de AIDS no Brasil (em 1980) até o final de 2015, foram registrados 827 mil pessoas que vivem com HIV e AIDS. Desse total, 372 ainda não estão em tratamento, e, destas, 260 já sabem que estão infectadas. Além disso, 112 mil pessoas que vivem com HIV não sabem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!