Rodrigo Delmasso fala sobre a comissão da vacina

Por Redação

Nesta semana foi formada uma Comissão Especial destinada a acompanhar e a fiscalizar o plano de vacinação contra o novo coronavírus, o deputado Fabio Felix (PSOL) foi eleito, nesta quarta-feira (13), presidente da Comissão da Vacina. Como vice-presidente, foi escolhido o deputado Jorge Vianna (Podemos) e o deputado Delmasso (Republicanos) foi designado relator do colegiado.

O relator Rodrigo Delmasso falou com a redação do Doa a Quem Doer nesta quinta-feira e relatou alguns pontos sobre os trabalhos da comissão.

Deputado qual a preocupação da comissão em relação a quantidade de doses que Df pode receber para imunizar a população?

“A quantidade é preocupante pois aquilo que foi “reservado” para o DF pelo Ministério da Saúde não nos proporcionará uma saída do Estado de Pandemia, segundo critérios da OMS. Se somarmos as pessoas citadas mais as que serão vacinadas chegaremos somente a 17%, para que se declare a saída da pandemia é necessário que alcancemos 70% de imunizados”.

A Comissão quer que o GDF tenha autonomia em relação ao Ministério da Saúde pra poder vacinar a sua população?

“Não é autonomia, até porque a Lei do SUS não permite isso. Mas o que queremos e buscar alternativas para aumentar a quantidade de imunizados”.

O Deputados vão pedir prioridade para serem imunizados?

“De jeito nenhum! Isso seria imoral!!! Eu mesmo, que faço parte do grupo de risco, pois tenho asma, não vou usar a minha comorbidade para ser vacinado primeiro do que o povo. A população em primeiro lugar”!

Como fazer com que a população receba de forma precisa as informações sobre a vacina?

“A CLDF está estudando campanhas publicitárias com o objetivo de combatermos as desinformações e fake News”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here