BRB registra maior lucro líquido da história de R$ 456 milhões

O Banco Regional de Brasília (BRB) registrou, em 2020, o maior lucro líquido da história da instituição. O resultado foi de R$ 456 milhões. Trata-se de crescimento de 10.5% em relação a 2019.Já no último trimestre do ano, o lucro foi de R$ 137 milhões, evolução de 19,8% na comparação com o trimestre anterior.

Os números que saltam aos olhos, em momento de economia prejudicado pela pandemia do Covid-19, são resultado aumento de negócios. Os quais se traduzem na expansão da carteira de crédito, pelo aumento da margem financeira e ainda pelo maior relacionamento com clientes.

“O ano de 2020 foi desafiador para o BRB. Todos os nossos esforços foram no sentido de proteger as pessoas, garantir o apoio necessário às famílias na superação dos efeitos da pandemia e adaptar nosso modelo de negócio à nova realidade”, pontua o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

“Estivemos na linha de frente na execução de políticas públicas e concessão de crédito àqueles que mais precisavam. Para tanto, foi necessária uma verdadeira transformação na nossa forma de trabalhar, o que possibilitou os resultados obtidos. Estamos muito satisfeitos com o empenho e dedicação do nosso time, e confiantes que o pior passou”, acrescentou.

O crédito imobiliário está entre os principais destaque da carteira ampla, que chegou a R$ 16,2 bilhões (aumento de 47,4% em 12 meses). O saldo dessa modalidade foi de R$ 2,5 bilhões.

O BRB assumiu a liderança no financiamento imobiliário no DF. O BRB priorizou carteira de crédito de menor risco. Com isso, a taxa de inadimplência manteve-se estável em 1,7%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here