Marconi Perillo perde toda sua base no Entorno do DF

Mesmo tendo sido preso em 2018 o ex-governador Marconi Perillo ainda tem seus aliados, que não são os mesmos de antes.

Por Jair Costa

No último pleito em 2020 Lêda tentou voltar a cadeira de prefeita em Valparaíso, onde acabou perdendo para o atual Prefeito Pábio Mossoró, do MDB.

que foi eleito, com 51,40% dos votos. Foram 29.241 votos no total. O candidato derrotou Lêda Borges, que ficou em segundo lugar com 36,14% (20.559 votos).

Marconi não deu as caras na campanha em Novo Gama e isso fez com a relação entre ele e Sônia Chaves sofresse um abalo, contudo,

Há uma grande possibilidade dela deixar o PSDB e migrar para o PP de Alexandre Baldy.

Em Cidade Ocidental, o prefeito Fábio Correia (PSDB) sentiu dificuldades de se aliar ao ex-prefeito Alex, pelas interferências de Lêda, e o não posicionamento de Marconi.

Em Luziânia, o fato não é difere, Diego Sorgatto (DEM) deixou o ninho tucano e migrou para o DEM, uma vez que sua incompatibilidade política com deputados tucanos vem de outras eleições.

Único deputado federal da legenda, Célio Silveira tem tudo para não continuar no partido.

O parlamentar não quer ficar e o ex-governador Marconi Perillo, que é o mandachuva do PSDB, também não quer sua permanência no partido.

Ainda não esta certo qual partido ele vai, se vai para o MDB do ex-deputado federal Daniel Vilela e o Democratas do governador Ronaldo Caiado.

Diante dos fatos, vemos que Marconi Perillo foi perdendo gradualmente seu poder no Entorno do DF, e foi apenas falta de uma leitura política.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here