GDF libera crédito do Prato Cheio para 3 mil novos beneficiários

Agora, são 35 mil famílias atendidas pelo auxílio mensal de R$ 250 para a compra de produtos alimentícios durante o período de seis meses

O crédito do Cartão Prato Cheio só pode ser utilizado na função débito e em estabelecimentos alimentícios | Foto: Renato Raphael/Sedes

O Governo do Distrito Federal (GDF) libera a partir desta segunda-feira (7) a retirada dos cartões do programa Prato Cheio para três mil novas famílias, chegando a 35 mil famílias assistidas pelo auxílio. Os novos beneficiários já podem conferir no site GDF Social em qual agência do BRB podem retirar os seus cartões e vão receber por seis meses o crédito, no valor de R$ 250, para a aquisição de produtos alimentícios.

Todas as famílias que recebem o benefício de segurança alimentar e nutricional são acompanhadas pelas equipes socioassistenciais da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). No total, foram investidos cerca de R$ 750 mil para o pagamento desta primeira parcela do auxílio.

Para a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, essa ampliação do programa mostra o compromisso do governo Ibaneis com a população mais vulnerável, principalmente neste período de pandemia. “Quando começamos a pagar o Prato Cheio tínhamos uma demanda de quase oito mil pessoas que recebiam as cestas in natura em suas casas, aquelas com sardinhas e carne de charque. Mesmo com todos os desafios impostos por essa pandemia, estamos conseguindo ampliar a rede de proteção social”, afirma a gestora.

“Temos como meta ampliar até o fim deste ano o programa, garantindo, assim, a alimentação na mesa de 40 mil famílias”Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

Mayara Rocha destaca ainda que a meta é garantir a alimentação saudável para as pessoas que realmente estão passando por dificuldades. “Temos como meta ampliar até o fim deste ano o programa, garantindo, assim, a alimentação na mesa de 40 mil famílias”.

Os outros 32 mil beneficiários do programa receberam no dia 31 de maio a segunda parcela, das seis previstas pelo Cartão Prato Cheio. Mas, cerca de 6,5 mil ainda não compareceram nas agências do BRB para retirarem seus cartões. “É importante que o responsável familiar, que passou por atendimento nas unidades da assistência social do DF neste último ano, entre no site para ver se o benefício foi liberado e, assim, procure a agência bancária para retirar o seu cartão. Esse prazo encerra no início de julho”, explica a secretária Mayara.

O cartão do benefício social fica na agência bancária por dois meses. Então, quem teve o Prato Cheio liberado em maio, tem até o dia 9 de julho para buscar o seu cartão. Quem não retirar o documento até esta data, terá o benefício cancelado. O banco utilizou as informações prestadas durante o atendimento nas unidades socioassistenciais para definir a localização da agência para a entrega dos cartões.

O solicitante que estiver em dúvida acerca de seu benefício deve consultar sua situação no site GDF Social, portal que também informa o local de retirada do cartão.

O crédito do Cartão Prato Cheio só pode ser utilizado na função débito e em estabelecimentos alimentícios. Os beneficiários conseguem acompanhar o saldo disponível por meio do aplicativo BRB Social, oferecido pelo Banco BRB.

No total, o Cartão Prato Cheio já garantiu, entre maio de 2020 a junho de 2021, a segurança alimentar e nutricional para 78.529 famílias de baixa renda do DF.

*Com informações da Sedes

Por Renata Lu

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here